• Contrariado com situação, Felipão quer testar Diego Costa em novembro

  • Em tratamento de lesão, R10 abre a casa e mostra o galo de 'estimação'

  • Campeão olímpico e mundial, Zanetti assegura: 'Agora não tem mais dúvida'

  • Ginastas de Guarulhos participam de mais um Torneio GR Brasil 2013 em Mauá

  • Diego Costa é confirmado na convocação da Espanha para amistosos

Esportes

Esportes (20)

Do Uol

 

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, anunciou nesta sexta-feira que a presidente Dilma Rousseff vai entregar a taça à seleção campeã da Copa do Mundo de 2014 após a final do torneio, no dia 13 de julho, no Maracanã. Segundo Valcke, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, e representantes da federação de futebol campeã também participarão da cerimônia de entrega do troféu.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, confirmou a presença da presidente na cerimônia de entrega da taça.

Valcke e Rebelo falaram sobre o assunto em entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira, no Maracanã, estádio que será palco da final. O secretário da Fifa ressaltou que a cerimônia do Mundial do Brasil seguirá os moldes adotados em outras Copas do Mundo já realizadas em outros países.

Rebelo complementou e disse que nunca esteve em xeque a presença de Dilma na final da Copa do Mundo. "A presidente vai cumprir o protocolo combinado. A decisão já estava tomada", disse o ministro. "Houve uma dúvida sobre a presença dela em outros jogos. A agenda da presidente não permitiu que ela acompanhasse mais partidas da Copa."

O ministro disse também que Dilma não irá fazer um discurso na final. Na abertura da Copa das Confederações, no ano passado, ela falou ao público e foi vaiada. Na abertura desta Copa do Mundo, Dilma também foi hostilizada pela torcida presente no Itaquerão, em São Paulo.

O secretário da Fifa ainda ressaltou que a taça da Copa não será entregue por Gisele Bundchen e o ex-jogador Puyol. Valcke afrmou que os dois serão responsáveis por trazer o troféu da Copa até o Maracanã.

A decisão está marcada para o dia 13 de julho, em um domingo.

Fonte: do Uol, Copa. Por Rodrigo Mattos e Vinicius Konchinski

Link: http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/06/27/fifa-anuncia-que-dilma-vai-entregar-taca-a-campeoes-da-copa-do-mundo.htm#fotoNav=17

Heptacampeão da F-1 saiu do coma, deixou hospital na França e foi transferido para outro na Suíça, país onde mora, para nova etapa do processo de recuperação

 

Do Globo Esporte

 

Apesar da porta-voz de Michael Schumacher, Sabine Kehm, não querer informar para onde o alemão foi transferido após deixar o hospital de Grenoble, na França, o Centro Hospitalar Universitário de Vaudois, em Lausanne, na Suíça, confirmou nesta segunda-feira que o heptacampeão mundial de Fórmula 1 deu entrada no local nesta segunda-feira. A chegada do ex-piloto já causou movimentação da imprensa e nesta manhã já há jornalistas, fotógrafos e caminhões de satélite no local.

- Ele está aqui, chegou esta manhã – declarou o porta-voz do hospital, Darcy Christen, à agência internacional, Reuters.

Caminhão de satélite já está em frente a hospital suíço onde Michael Schumacher deu entrada nesta segunda-feira (Foto: Reuters)Caminhão de satélite já está em frente a hospital suíço onde Michael Schumacher deu entrada nesta segunda-feira (Foto: Reuters)

 

Mais cedo, Sabine havia anunciado que o piloto estava fora do coma e tinha deixado o hospital em Grenbole, onde estava internado há quase seis meses, desde o gravíssimo acidente de esqui, no dia 29 de dezembro de 2013, na estação de Méribel. Schumi foi transferido para a suíça para ficar mais próximo da residência da família. Eles moram em Lake Geneva, uma cidade entre Lausanne e Genebra. Apesar de confirmar a chegada do heptacampeão, o assessor do hospital suíço se negou a comentar em que tipo de instalação hospitalar Schumi seguirá sua recuperação, alegando questões de sigilo médico e privacidade da família. Em Lausanne, ele será submetido a uma nova etapa de seu longo processo de recuperação.

Fonte: Globo Esporte, em Lausanne, na Suíça. Link: http://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/2014/06/hospital-suico-confirma-entrada-de-schumacher-chegou-nesta-manha.html#atleta-michael-schumacher

Presidente afirma que Brasil vai investir R$ 1,9 bilhão para coibir atos violentos na época do Mundial

 

Do Estadão

 

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira que o governo planeja medidas que vão reforçar a segurança nas cidades-sede da Copa do Mundo. "Vamos estar muito bem preparados para garantir segurança na Copa do Mundo", disse a presidente durante entrevista a rádios de Alagoas. "Temos certeza de que vamos fazer a Copa das Copas", ressaltou.

A presidente disse que será investido R$ 1,9 bilhão para a segurança durante o evento, que deixará um legado permanente às cidades que sediarão o Mundial. Ela admitiu a possibilidade de, se necessário, acionar as Forças Militares. "A Polícia Federal, a Força Nacional de Segurança. A Polícia Rodoviária Federal, todos os órgãos do governo federal estão prontos e orientados para agir dentro de suas competências e, se e quando for necessário, nós mobilizaremos também as Forças Armadas", disse.

Em relação a possíveis manifestações, Dilma defendeu a realização de protestos, já que a Constituição garante a liberdade de manifestação, mas condenou atos de vandalismo e o anonimato. "Repudio completamente o uso da violência em manifestações. E acho inadmissível em um país democrático o uso da violência. Pessoas que usam a violência e escondem o rosto não são democratas. Estamos trabalhando numa legislação para coibir atos de vandalismo", disse a presidente fazendo alusão aos Black Blocks.

Para a presidente, democratas são aqueles que exercem pacificamente seus direitos e exercem "pacificamente seu direito e a liberdade de questionar, propor, exigir mudanças". Mesmo assim, Dilma admitiu que pretende buscar um protocolo em conjunto entre todas as forças de segunrança na Copa. "Nossa meta é que o Brasil disponha de um regramento unificado, que defina melhor o uso proporcional da força por parte da Polícia", finalizou. 

Fonte: do jornal O Estado de S.Paulo. Link: http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,dilma-vamos-estar-bem-preparados-para-garantir-seguranca-na-copa,1131998,0.htm

Ainda não há previsão de quando - e se - o ex-piloto sairá do coma induzido

 

Do Estadão

 

No dia 29 de dezembro, o mundo do automobilismo recebia, estarrecido, a notícia de que o heptacampeão da Fórmula 1, Michael Schumacher, havia sofrido um grave acidente enquanto esquiava nos Alpes franceses. O quadro se agravou de uma hemorragia cerebral para coma induzido, no qual o alemão se encontra desde então. Internado no hospital de Grenoble, a pouco mais de 100 quilômetros do local do acidente, Schumacher não tem previsão de quando - e se - acordará, mas o que não falta é torcida a favor. Segundo a empresária do ex-piloto, Sabine Kehm, a família de Schumacher já recebeu mais de mil cartas de fãs e admiradores, além de presentes e outras demonstrações de apoio.

No último domingo, centenas de fãs realizaram uma marcha pelo circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica, onde Schumacher venceu sua primeira corrida, em 1992. Foram exibidos, na marcha, faixas, bandeiras e outros objetos com os nomes de Schumacher e da Ferrari, escuderia pela qual o alemão conquistou cinco de seus sete mundiais de Fórmula 1. O presidente da Ferrari, Stefano Domenicali, já revelou que tem mantido contato constante com a família. O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, também aparece no hospital de Grenoble regularmente.

Desde que está internado, Schumacher foi submetido a diversos testes para verificar as regiões do cérebro que foram danificadas. O hospital ainda  não divulgou nenhuma informação precisa, apenas diz que o quadro é "crítico, mas estável" e afasta, por enquanto, risco de morte. Desde o coma, o ex-piloto vem fazendo fisioterapia para que os músculos não endureçam.

INVESTIGAÇÕES
O que aconteceu, exatamente, ainda não foi esclarecido. O que se sabe é que Schumacher esquiava em zona de risco de uma pista em Meribel, na França, mas a velocidade a que o alemão descia é desconhecida. Havia barreiras indicando a área perigosa e não está claro se o ex-piloto as ignorou ou apenas não as viu. Segundo a procuradoria, algumas das pedras na zona do acidente não eram visíveis devido a uma leve camada de neve que as cobria. Teria sido uma dessas pedras encobertas que desequilibrou o alemão e o arremessou de cabeça a uma outra pedra.

Fonte: do Estadão, Esportes. Link: http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,acidente-de-schumacher-completa-um-mes-sem-evolucao-do-quadro-clinico,1123643,0.htm

Quarta, 08 Janeiro 2014 18:17

Novo estádio do Palmeiras vai ter cobertura inovadora

Escrito por

Tecnologia inédita no Brasil será usada para diminuir a temperatura e aumentar o som de dentro do estádio

 

Do Estadão

 

Enquanto a diretoria do Palmeiras corre atrás de reforços para o time, a WTorre se apressa para tentar entregar o quanto antes a Allianz Parque. A previsão é que até junho a obra esteja concluída. Uma das principais novidades do estádio palmeirense será sua cobertura, que terá tecnologia inédita no Brasil.

O Jornal Estado de S.Paulo teve acesso ao projeto e constatou que a cobertura não vai mais ser apoiada em um ponto externo à área do estádio, como inicialmente estava previsto. A Usiminas projetou uma cobertura totalmente integrada à fachada que, além de aumentar o espaço para circulação, pela ausência de pilastras de sustentação, também terá aspectos inovadores.

A maior novidade para a torcida será a função termoacústica da cobertura, que propiciará sensação mais agradável ao público, reduzindo em até 2ºC a temperatura entre o nível do campo e as cadeiras superiores.

Além disso, o som produzido dentro do estádio será ouvido com mais clareza, o que fará diferença nos jogos e nos shows. Haverá também uma significativa redução de ruídos na área externa do estádio.

A maior parte da cobertura é formada por uma estrutura do tipo “sanduíche”, composta por três camadas. Na parte inferior, estão sendo utilizadas telhas de aço galvanizado que permitem a absorção do som da arena. O meio é composto por uma camada de lã de rocha envolta em um filme especial com função acústica e a parte superior é feita de telhas de aço galvanizado sem emendas, para garantir a vedação completa da cobertura, impedindo a entrada de água em dias chuvosos.

A ideia da WTorre é captar 100% da água que cairá sobre a cobertura e reaproveitá-la. Assim, será reduzido o consumo de água da rede pública e evitado o volume excessivo nas galerias pluviais, problema que pode causar enchentes.

Em torno do campo, será instalada uma cobertura transparente de policarbonato que deverá garantir o máximo de luz solar ao gramado. O Estádio Aviva, de Dublin, e o Etihad, de Manchester, são alguns dos poucos no mundo que usam essa tecnologia.

A obra da Allianz Parque vai custar R$ 630 milhões para a WTorre, que terá o direito de explorá-la por 30 anos.

ACORDO DISTANTE
A relação entre o Palmeiras e a WTorre continua muito ruim. Ainda neste mês, com a ajuda de um mediador, deverá ser realizada uma nova reunião para tentar selar um acordo. Kazuo Watanabe representará o clube, Braz Martins Neto responderá pela construtora e Sydney Sanches foi o escolhido para ser a figura neutra na negociação.

Várias são as divergências, mas o problema maior se concentra no número de cadeiras que cada um poderá comercializar. A WTorre entende que ela pode vender 100% dos assentos e o Palmeiras diz que apenas dez mil são da construtora e o restante pertence ao clube.

Caso o acordo não aconteça, a decisão definitiva e irrevogável será da Câmara de Conciliação e Arbitragem da Fundação Getúlio Vargas.

 

 

Fonte: do jornal O Estado De S.Paulo por Daniel Batista. Link da matéria no jornal: http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,novo-estadio-do-palmeiras-vai-ter-cobertura-inovadora,1115962,0.htm

Segunda, 30 Dezembro 2013 18:05

Com lesões no cérebro, Schumacher segue em coma

Escrito por

Médicos do hospital em que o heptacampeão está internado na França afirmam que, se não fosse o capacete, o alemão não teria resistido ao acidente de esqui.

 

Do Globo Esporte

 

Internado neste domingo após sofrer um grave acidente de esqui em Méribel, na França, Michael Schumacher segue em estado extremamente crítico. Na manhã desta segunda-feira (horário de Brasília), médicos e um porta-voz do Centro Hospitalar Universitário de Grenoble, no qual o heptacampeão mundial da Fórmula 1 está internado, concederam entrevista coletiva para esclarecer o quadro do ex-piloto. Após negarem a realização de uma segunda cirurgia, noticiada pela imprensa internacional, os especialistas revelaram que o alemão será mantido em coma induzido.

- Ele chegou com um grave traumatismo, hematomas intracranianos e um edema difuso. Assim que fizemos o escaneamento e vimos que a situação era crítica, o operamos com urgência para liberar a pressão em sua cabeça. Infelizmente, ele tem algumas lesões no cérebro. Eu diria que este acidente aconteceu no lugar certo porque ele foi levado para o hospital imediatamente e operado logo que chegou. Ele está mantido em estado de coma artificial, com hipotermia, para manter sua temperatura em torno de 34 graus. Sua condição é crítica. Reanimamos o paciente, mas seu estado é muito grave. Estamos fazendo o possível para melhorar seu prognóstico. No momento, não podemos nos pronunciar sobre seu futuro. Podemos dizer que ele está lutando por sua vida. Estamos trabalhando hora a hora, mas é muito cedo para dizer o que vai acontecer e ter um prognóstico. Achamos que o capacete ajudou. Sem o capacete, ele não estaria aqui agora – disse o chefe anestesista, o professor Jean-Francois Payen.

Michael Schumacher hospital coletiva (Foto: AFP)Coletiva de imprensa tem presença de veículos de comunicação de todo o mundo (Foto: AFP)

 

O médico Stéphane Charbardes, no entanto, lembra que a proteção na cabeça não impediu que o alemão sofresse traumas graves. A equipe explicou que o impacto foi em alta velocidade e que atingiu o lado direito do crânio do ex-piloto. Charbardes disse também que todas as atualizações sobre o estado de saúde do ilustre paciente estão sendo diretamente repassadas à família. A esposa de Schumacher, Corinna, está no hospital com os dois filhos do casal (Gina-Marie, de 16 anos, e Mick, de 14) e também tem a companhia no Dr. Gérard Saillant, amigo da família e especialista em lesões de cabeça e coluna.

- O capacete não foi o suficiente para protegê-lo completamente. Mas ele realmente ajudou. Vemos muitos ferimentos na cabeça como este. Estamos em contato constante com sua família. Neste momento, não vemos que ele precisa de uma segunda operação - disse Charbardes, que evitou comentar qualquer possibilidade de sequela.

De acordo com os especialistas, as chances de óbito em casos de traumatismo craniano como o de Michael Schumacher são de 40 a 45%. Apesar dos dados, o professor Jean-Francois Payen garantiu que existem exemplos de pacientes que escaparam com vida deste tipo de lesão.

- Nas mortes precoces em traumatismos craniano graves, se olharmos a literatura médica, se fala em 40 a 45% dos pacientes. São números e eu não trabalho com estatísticas, mas com pacientes. Portanto, vamos trabalhar - disse, em entrevista à emissora de televisão "RMC.

Estação de Esqui Meribel, frança Schumacher (escurecida) (Foto: AFP)Estação de Esqui Méribel, na França, onde Schumacher se acidentou (Foto: AFP)

Recordista de títulos mundiais da principal categoria do automobilismo mundial, Schumacher teve um trauma grave ao bater a cabeça em uma pedra enquanto esquiava. Ele foi levado de helicóptero ao hospital Moutier, a 17km do local, menos de dez minutos após a queda. Logo depois, foi removido a outro hospital, em Grenoble. De acordo com a rádio francesa RMC, o heptacampeão foi socorrido consciente. Méribel, nos Alpes Franceses (sudeste do País), comporta mais de 70 pistas de esqui e recebeu em fevereiro de 2013 uma etapa da Copa do Mundo de Esqui Alpino. O local do acidente fica a 1.450m de altitude, subindo até 2.952m em seu ponto mais alto, onde se liga com a região de Les Trois Vallées.

Em comunicado divulgado pela assessoria de imprensa de Schumi, o ex-piloto de 44 anos chegou ao hospital com "traumatismo craniano grave, em coma, o que exigiu intervenção neurocirúrgica imediatamente". Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), e Ross Brawn, com quem o piloto trabalhou na Benetton, na Ferrari e na Mercedes, também estiveram no hospital para prestar solidariedade à família.

Fonte: do Globo Esporte, França - http://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/2013/12/schumi-seguira-em-coma-induzido-ele-esta-lutando-por-sua-vida.html

Da Folha de S. Paulo

 

Uma grande briga na arquibancada interrompeu a partida entre Atlético-PR e Vasco por cerca de uma hora e 15 minutos, na Arena Joinville, em Joinville (SC).

Quatro pessoas machucadas foram levadas ao hospital municipal São José, em Joinville. De acordo com a direção do hospital, os pacientes --Estevão Viana, 24, William Batista, 19, Gabriel Ferreira Bitael, 20, e Diogo Cordeiro da Costa, 29-- estão conscientes e não correm risco de morte. Diogo já recebeu alta.

A partida estava no 17º minuto do primeiro tempo quando torcedores entraram em conflito, sem a presença de policiais para separá-los.

Os jogadores até tentaram em campo pedir para que os torcedores parassem de brigar, mas não adiantou.

Depois de chegar ao local, a polícia teve muito trabalho para conter a violência.

As agressões foram forte e alguns torcedores, que caíram, tiveram suas cabeças chutadas por rivais.

Um helicóptero entrou em campo para atender os machucados.

O Atlético-PR vencia a partida por 1 a 0 no momento que começou a confusão.

O esquema de segurança adotado no jogo, no qual seguranças privados tomavam conta das torcidas, estava de acordo com o padrão adotado na Arena Joinville, disse à Folha o comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar de Joinville, Adílson Moreira.

Ainda segundo o oficial, esse esquema já havia sido aprovado pelo Ministério Público de Santa Catarina e implementado no jogo Atlético-PR e Náutico, no dia 24 de novembro, pela 36ª rodada do Brasileiro e a segurança.

O comandante diz que os torcedores foram ao estádio dispostos a brigar e que pouco poderia ser feito contra isso. "Estava tudo dentro da normalidade, mas isso já ocorreu em diferentes estádios. Se houvesse o policiamento, ocorreria da mesma forma", afirmou.

De acordo com o policial, o clube paranaense era o responsável por contratar seguranças .

Na partida deste domingo, 90 homens de duas empresas privadas de segurança estavam no estádio --Cerberus, de Curitiba, e Mazari, de Joinville.

"Antes da briga, havia dez policiais no interior do estádio, responsáveis por cuidar da segurança dos árbitros", afirmou o comandante.

Outros 20 PMs acompanharam as delegações de Atlético e Vasco até a Arena Joinville, e cerca de 50 estavam no entorno do estádio.

O policiamento foi reforçado para o reinício do jogo. O comandante diz que a segurança foi reforçada e tinham 160 policiais no interior do estádio e mais 80 do lado de fora.

Com a confusão, a polícia levou seis pessoas para a delegacia.

O Atlético-PR declarou que não vai se pronunciar neste domingo sobre a questão de segurança no estádio.

O técnico do Vasco, Adilson Batista, falou sobre a briga entre os torcedores.

"Lamentável ver imagens assim em um momento que se fala de Copa do Mundo no país", disse Adilson.

O treinador atleticano, Vagner Mancini, também comentou o incidente.

"A vontade é de sair do estádio e ir embora para casa. Nunca vi cenas assim", disse Mancini.

Mesmo depois de tanta confusão, a partida recomeçou

 

Fonte: do Jornal Folha de S.Paulo - http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2013/12/1382694-briga-entre-torcidas-interrompe-a-partida-entre-vasco-e-atletico-pr.shtml

Quinta, 05 Dezembro 2013 18:27

Fifa prevê Arena Corinthians pronta em abril

Escrito por

Presidente da entidade, Joseph Blatter diz que não há plano B para abertura da Copa

 

Do Globo Esporte

 

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, anunciou nesta quinta-feira que a Arena Corinthians estará pronta no meio de abril. Um acidente na semana passada matou dois funcionários da obra e desde então o estádio está sob investigação.

- Nós recebemos a informação de que o estádio deve estar pronto no meio de abril, no dia 14 ou 15 do ano que vem - afirmou o dirigente em entrevista coletiva.

Blatter, então, rogou aos deuses para que não aconteçam novos acidentes nas obras para a Copa do Mundo. Até hoje, morreram trabalhadores nas obras de Manaus, Brasília e São Paulo - quatro mortes no total.

- Acreditamos que (a Arena Corinthians) ficará pronta a tempo. Não há plano B. O que a Fifa pode fazer é pedir a Deus, a Alá, o que seja, para que mais acidentes não aconteçam. Esperamos que obra recomece o quanto antes porque a obra está sob investigação.

Fonte: do Globo Esporte, por Leandro Canônico, Márcio Ianacca, Martín Fernandez. Link da matéria: http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/noticia/2013/12/fifa-preve-itaquerao-pronto-em-abril-e-pede-ajuda-deus-contra-acidentes.html

Estrutura caiu sobre arquibancadas na tarde desta quarta-feira (27). Estádio vai sediar jogo de abertura e mais cinco partidas da Copa de 2014.

 

Do G1

 

Um acidente nas obras do estádio do Corinthians, ocorrido na tarde desta quarta-feira (27), deixou duas pessoas mortas, de acordo com a Polícia Militar e com o Corpo de Bombeiros (inicialmente os bombeiros chegaram a falar em três mortos). Um guindaste que estava do lado de fora do estádio, tombou e atingiu parte da estrutura das arquibancadas.

Segundo a construtora Odebrecht, que lidera o consórcio que faz a obra, morreram no acidente os trabalhadores Fábio Luiz Pereira, de 42 anos, motorista e operador de guindaste do tipo munck da empresa BHM, e Ronaldo Oliveira dos Santos, 44 anos, montador da empresa Conecta.

A construtora explica em nota que pouco antes das 13h, o guindaste que içava o último módulo da estrutura da cobertura metálica do estádio tombou provocando a queda da peça sobre parte da área de circulação do prédio leste – atingindo parcialmente a fachada. Segundo a empresa, a estrutura da arquibancada não foi comprometida.

Em nota, o Corinthians lamentou o acidente no estádio que vai abrir a Copa do Mundo 2014 e sediar outras cinco partidas do Mundial e decretou sete dias de luto.

Mapa estádio Itaquerão (4) (Foto: Editoria de Arte/G1)

O acidente mobilizou equipes dos bombeiros, do Samu e da Polícia Militar (PM). Às 13h45, o PM tenente Gonzaga, que estava na obra, informava que, além dos mortos, havia uma pessoa presa nas ferragens e um helicóptero da corporação aguarda a remoção para fazer o resgate.

Um caminhão que estava nesta área externa foi atingido e um operário, que ficou preso dentro da cabine, morreu, de acordo com os bombeiros.

A PM chegou a informar, por volta das 13h20, que socorreu duas pessoas feridas com ajuda do helicóptero Águia da PM. Segundo coronel Maria Yamamoto, chefe da comunicação da PM, os dois funcionários se feriram após duas gruas da obra se desprenderem e os atingirem.

O estádio do Corinthians foi o local escolhido pela Fifa para o jogo de abertura da Copa do Mundo no dia 12 de junho de 2014, que será entre a seleção brasileira e um adversário a ser definido no sorteio das chaves do Mundial no dia 6 de dezembro, na Costa do Sauipe (BA).

O acidente
Os bombeiros afirmaram ter sido chamados para atender ocorrência na  Avenida Miguel Ignácio Curi, 900, Itaquera, SP, às 12h54. No horário, operários faziam a colocação de estruturas em um arco na fachada do estádio.

Os operários foram dispensados e deixavam o estádio por volta das 13h45. Adilan Freitas, de 30 anos, que trabalha na obra, relatou que o acidente aconteceu quando um guindaste subia a última peça da cobertura. “Ouvi só o barulho de trincar o painel”, relatou. Ele contou que estava distante, mas que mesmo assim foi possível ouvir o barulho.

Almoço evitou tragédia maior
Operário da obra do estádio do Corinthians José Mário da Silva ,48 anos, afirmou que haveria mais mortes em acidente com guindaste na tarde desta quarta-feira  se a maioria dos funcionários não estivesse em horário de almoço.

"Passei embaixo da estrutura para ir almoçar. Se não tivesse sido na hora do almoço muito mais gente poderia ter morrido. Eu poderia não estar vivo. Só ouvi o barulho. Ele colocava a última peça da cobertura, que era a mais pesada", disse Silva que trabalha há quatro anos na obra.

Corinthians lamenta mortes
A assessoria de imprensa do Corinthians confirma a ocorrência do acidente que deixou funcionários que trabalhavam no Itaquerão feridos, mas não soube informar detalhes. "A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista vem a público lamentar profundamente o acidente ocorrido há pouco na Arena Corinthians. Não existem outra informações no momento", informou em nota. O clube decretou sete dias de luto.

Policiais civis do 65º DP, Artur Alvim, foram ao local do acidente pelo fato dele ter ocorrido na área de atuação da delegacia.

MP vai avaliar se pedirá suspensão da obra
O Ministério Público Estadual (MPE) informou que fará uma vistoria no local e exigirá laudos da Polícia Técnico-Científica para avaliar se irá pedir a Justiça a paralisação da obra do estádio da abertura da Copa. O promotor José Carlos de Freitas, da Promotoria de Habitação e Urbanismo, disse que a vistoria que fará com o Corpo de Bombeiros já estava programada por conta de um relatório que havia recebido da corporação, que listou 50 irregularidades apontadas na construção do estádio em relação à segurança contra incêndios.

 

Presidente e secretário-geral da Fifa escreveram no Twitter lamentando as mortes no estádio do Corinthians (Foto: Reprodução/Twitter)Presidente e secretário-geral da Fifa escreveram no Twitter lamentando as mortes no estádio do Corinthians (Foto: Reprodução/Twitter)

Fifa diz que segurança é prioridade
O presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter, escreveu no Twitter:  "Estou profundamente triste com a morte trágica de trabalhadores da Arena Corinthians. Nossas profundas condolências com as famílias". O secretário-geral da Fifa, o belga Jerome Valcke, afirmou: "Nós estamos muito chocados com as notícias vindas de São Paulo. Aguardamos novos notícias das autoridades que estão investigando o acidente".

Em seu site oficial, a Fifa escreveu: "A Fifa e o Comitê Organizador (COL) tomaram conhecimento da morte de trabalhadores na Arena Corinthians com grande tristeza. QUeremos enviar nossas sinceras condolências às famílias dos trabalhadores que morreram tragicamente hoje. A segurança dos trabalhadores é prioridade para a Fifa, o COL e o governo federal.

Sabemos que a segurança de todos os trabalhadores sempre foi fundamental para todas as empresas de construção contratadas para a construção dos 12 estádios da Copa do Mundo da Fifa.

O Ministério do Trabalho e as autoridades locais irão investigar a fundo as razões por trás de um acidente tão trágico. Por favor, entendam que não estamos em posição de fazer mais comentários nesta fase, como estamos aguardando mais informações das autoridades."

O Ministério do Esporte também postou que lamenta o acidente e se solidariza com os parentes das vítimas.

Fonte: do G1. Maiores informações no site do G1, pelo link abaixo

 http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/11/acidente-nas-obras-do-estadio-do-corinthians-mobiliza-bombeiros.html

Quinta, 21 Novembro 2013 11:47

Pra você que curte esportes, Loja WM Sports

Escrito por

Se você curte e pratica esporte, não deixe de dar uma passadinha na nossa Loja WM Sports na Rua Caquito, 57-Penha - SP. Foi inaugurada em outubro em uma grande festa,  com modelos desfilando todos os modelitos e novidades da loja. Os donos são de Guarulhos e estão com excelentes preços e promoções de inauguração com até 20% de desconto.  Marcas como adidas, nike, havaianas, camisetas oficiais do seu time preferido também estão saindo mais barato. E tem também modelos para os pequenos. Vale a pena conferir!

Acesse o site e saiba mais:

http://lojawmsports.com.br/new/index.php/en/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Loja WM Sports, novidade para quem curte e pratica esportes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Modelo kid desfilando traje de banho e sandália.

Pagina 1 de 2